Lucas

Descubra os principais episódios da Bíblia ilustrada pelas maiores obras-primas da pintura

Jesus cura um cego

Ora, quando ele ia chegando a Jericó, estava um cego sentado junto do caminho, mendigando.
Este, pois, ouvindo passar a multidão, perguntou que era aquilo.
Disseram-lhe que Jesus, o nazareno, ia passando.
Então ele se pôs a clamar, dizendo: Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim!
E os que iam ã frente repreendiam-no, para que se calasse; ele, porém, clamava ainda mais: Filho de Davi, tem compaixão de mim!
Parou, pois, Jesus, e mandou que lho trouxessem. Tendo ele chegado, perguntou-lhe:
Que queres que te faça? Respondeu ele: Senhor, que eu veja.
Disse-lhe Jesus: Vê; a tua fé te salvou.
Imediatamente recuperou a vista, e o foi seguindo, gloficando a Deus. E todo o povo, vendo isso, dava louvores a Deus.

Ver pinturas
Leia a passagem

O oração de Jesus no Monte das Oliveiras

Então saiu e, segundo o seu costume, foi para o Monte das Oliveiras; e os discípulos o seguiam.
Quando chegou ãquele lugar, disse-lhes: Orai, para que não entreis em tentação.
E apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e pondo-se de joelhos, orava,
dizendo: Pai, se queres afasta de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua.
Então lhe apareceu um anjo do céu, que o confortava.
E, posto em agonia, orava mais intensamente; e o seu suor tornou-se como grandes gotas de sangue, que caíam sobre o chão.

Ver pinturas
Leia a passagem

Pedro nega Jesus

Então, prendendo-o, o levaram e o introduziram na casa do sumo sacerdote; e Pedro seguia-o de longe.
E tendo eles acendido fogo no meio do pátio e havendo-se sentado ã roda, sentou-se Pedro entre eles.
Uma criada, vendo-o sentado ao lume, fixou os olhos nele e disse: Esse também estava com ele.
Mas Pedro o negou, dizendo: Mulher, não o conheço.
Daí a pouco, outro o viu, e disse: Tu também és um deles. Mas Pedro disse: Homem, não sou.
E, tendo passado quase uma hora, outro afirmava, dizendo: Certamente este também estava com ele, pois é galileu.
Mas Pedro respondeu: Homem, não sei o que dizes. E imediatamente estando ele ainda a falar, cantou o galo.
Virando-se o Senhor, olhou para Pedro; e Pedro lembrou-se da palavra do Senhor, como lhe havia dito: Hoje, antes que o galo cante, três vezes me negarás.
E, havendo saído, chorou amargamente.

Ver pinturas
Leia a passagem

Jesus apareceu diante de Pilatos

E levantando-se toda a multidão deles, conduziram Jesus a Pilatos.
E começaram a acusá-lo, dizendo: Achamos este homem pervertendo a nossa nação, proibindo dar o tributo a César, e dizendo ser ele mesmo Cristo, rei.
Pilatos, pois, perguntou-lhe: És tu o rei dos judeus? Respondeu-lhe Jesus: É como dizes.

Ver pinturas
Leia a passagem

Jesus condenado à morte

Mas todos clamaram ã uma, dizendo: Fora com este, e solta-nos Barrabás!
Ora, Barrabás fora lançado na prisão por causa de uma sedição feita na cidade, e de um homicídio.
Mais uma vez, pois, falou-lhes Pilatos, querendo soltar a Jesus.
Eles, porém, brandavam, dizendo: Crucifica-o! crucifica-o!
Falou-lhes, então, pela terceira vez: Pois, que mal fez ele? Não achei nele nenhuma culpa digna de morte. Castigá-lo-ei, pois, e o soltarei.
Mas eles instavam com grandes brados, pedindo que fosse crucificado. E prevaleceram os seus clamores.
Então Pilatos resolveu atender-lhes o pedido;
e soltou-lhes o que fora lançado na prisão por causa de sedição e de homicídio, que era o que eles pediam; mas entregou Jesus ã vontade deles.

Ver pinturas
Leia a passagem

Jesus crucificado

E levavam também com ele outros dois, que eram malfeitores, para serem mortos.
Quando chegaram ao lugar chamado Caveira, ali o crucificaram, a ele e também aos malfeitores, um ã direita e outro ã esquerda.
Jesus, porém, dizia: Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem. Então repartiram as vestes dele, deitando sortes sobre elas.
E o povo estava ali a olhar. E as próprias autoridades zombavam dele, dizendo: Aos outros salvou; salve-se a si mesmo, se é o Cristo, o escolhido de Deus.
Os soldados também o escarneciam, chegando-se a ele, oferecendo-lhe vinagre,
e dizendo: Se tu és o rei dos judeus, salva-te a ti mesmo.
Por cima dele estava esta inscrição [em letras gregas, romanas e hebraicas:] ESTE É O REI DOS JUDEUS.
Então um dos malfeitores que estavam pendurados, blasfemava dele, dizendo: Não és tu o Cristo? salva-te a ti mesmo e a nós.
Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Nem ao menos temes a Deus, estando na mesma condenação?
E nós, na verdade, com justiça; porque recebemos o que os nossos feitos merecem; mas este nenhum mal fez.
Então disse: Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino.
Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.

Ver pinturas
Leia a passagem

A morte de Jesus

Era já quase a hora sexta, e houve trevas em toda a terra até a hora nona, pois o sol se escurecera;
e rasgou-se ao meio o véu do santuário.
Jesus, clamando com grande voz, disse: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito. E, havendo dito isso, expirou.
Quando o centurião viu o que acontecera, deu glória a Deus, dizendo: Na verdade, este homem era justo.
E todas as multidões que presenciaram este espetáculo, vendo o que havia acontecido, voltaram batendo no peito.

Ver pinturas
Leia a passagem



Copyright © 2017 Associação Jesus World Wide