Marcos

Descubra os principais episódios da Bíblia ilustrada pelas maiores obras-primas da pintura

A Última Ceia

Enquanto comiam, Jesus tomou pão e, abençoando-o, o partiu e deu-lho, dizendo: Tomai; isto é o meu corpo.
E tomando um cálice, rendeu graças e deu-lho; e todos beberam dele.
E disse-lhes: Isto é o meu sangue, o sangue do pacto, que por muitos é derramado.
Em verdade vos digo que não beberei mais do fruto da videira, até aquele dia em que o beber, novo, no reino de Deus.

Ver pinturas
Leia a passagem

A agonia no Jardim do Getsêmani

Então chegaram a um lugar chamado Getsêmane, e disse Jesus a seus discípulos: Sentai-vos aqui, enquanto eu oro.
E levou consigo a Pedro, a Tiago e a João, e começou a ter pavor e a angustiar-se;
e disse-lhes: A minha alma está triste até a morte; ficai aqui e vigiai.
E adiantando-se um pouco, prostrou-se em terra; e orava para que, se fosse possível, passasse dele aquela hora.
E dizia: Aba, Pai, tudo te é possível; afasta de mim este cálice; todavia não seja o que eu quero, mas o que tu queres.

Ver pinturas
Leia a passagem

A prisão de Jesus

E logo, enquanto ele ainda falava, chegou Judas, um dos doze, e com ele uma multidão com espadas e varapaus, vinda da parte dos principais sacerdotes, dos escribas e dos anciãos.
Ora, o que o traía lhes havia dado um sinal, dizendo: Aquele que eu beijar, esse é; prendei-o e levai-o com segurança.
E, logo que chegou, aproximando-se de Jesus, disse: Rabi! E o beijou.
Ao que eles lhes lançaram as mãos, e o prenderam.

Ver pinturas
Leia a passagem

Jesus aos sacerdotes

Levaram Jesus ao sumo sacerdote, e ajuntaram-se todos os principais sacerdotes, os anciãos e os escribas.
E Pedro o seguiu de longe até dentro do pátio do sumo sacerdote, e estava sentado com os guardas, aquentando-se ao fogo.
Os principais sacerdotes testemunho contra Jesus para o matar, e não o achavam.
Porque contra ele muitos depunham falsamente, mas os testemunhos não concordavam.

Ver pinturas
Leia a passagem

Pedro nega Jesus

Ora, estando Pedro em baixo, no átrio, chegou uma das criadas do sumo sacerdote
e, vendo a Pedro, que se estava aquentando, encarou-o e disse: Tu também estavas com o nazareno, esse Jesus.
Mas ele o negou, dizendo: Não sei nem compreendo o que dizes. E saiu para o alpendre.
E a criada, vendo-o, começou de novo a dizer aos que ali estavam: Esse é um deles.
Mas ele o negou outra vez. E pouco depois os que ali estavam disseram novamente a Pedro: Certamente tu és um deles; pois és também galileu.
Ele, porém, começou a praguejar e a jurar: Não conheço esse homem de quem falais.
Nesse instante o galo cantou pela segunda vez. E Pedro lembrou-se da palavra que lhe dissera Jesus: Antes que o galo cante duas vezes, três vezes me negarás. E caindo em si, começou a chorar.

Ver pinturas
Leia a passagem

Cristo diante de Pilatos

E Pilatos, tornando a falar, perguntou-lhes: Que farei então daquele a quem chamais reis dos judeus?
Novamente clamaram eles: Crucifica-o!
Disse-lhes Pilatos: Mas que mal fez ele? Ao que eles clamaram ainda mais: Crucifica-o!
Então Pilatos, querendo satisfazer a multidão, soltou-lhe Barrabás; e tendo mandado açoitar a Jesus, o entregou para ser crucificado.

Ver pinturas
Leia a passagem

A Flagelação

Os soldados, pois, levaram-no para dentro, ao pátio, que é o pretório, e convocaram toda a coorte;
vestiram-no de púrpura e puseram-lhe na cabeça uma coroa de espinhos que haviam tecido;
e começaram a saudá-lo: Salve, rei dos judeus!
Davam-lhe com uma cana na cabeça, cuspiam nele e, postos de joelhos, o adoravam.
Depois de o terem assim escarnecido, despiram-lhe a púrpura, e lhe puseram as vestes. Então o levaram para fora, a fim de o crucificarem.

Ver pinturas
Leia a passagem



Copyright © 2017 Associação Jesus World Wide